TRF4
JFRS
JFSC
JFPR
Ajuda para Pesquisa
Intranet
Enviar notícia por e-mailImprimir notíciaNotícias


       



Jurista alemão fala da jurisdição constitucional alemã para magistrados e servidores

31/10/2017 17:04:41

Professor alemão Matthias Jestaedt comparou sistemas judiciários e cortes constitucionais em vários países
Professor alemão Matthias Jestaedt comparou sistemas judiciários e cortes constitucionais em vários países
Professor alemão Matthias Jestaedt comparou sistemas judiciários e cortes constitucionais em vários países

Desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus

Desembargador Laus (D), diretor da Emagis, fez a apresentação do jurista alemão

Evento reuniu magistrados e servidores no auditório do TRF4


O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) pode ouvir nesta tarde (31/10) a palestra do professor alemão Matthias Jestaedt sobre tribunais constitucionais. O conferencista, que é chefe do Departamento de Teoria do Direito da Universidade de Freiburg, falou a convite da Escola da Magistratura (Emagis) para magistrados e servidores. A palestra, realizada no auditório do tribunal, foi transmitida ao vivo pela Intranet via streaming.

Jestaedt fez uma apreciação crítica do sistema judiciário alemão, explicando que este possui um modelo autonomizado, com um Tribunal Constitucional que decide apenas questões ligadas à constituição, com um Direito processual próprio, um sistema também utilizado na França.

Em contraposição, segundo o professor, está o modelo integrado, no qual a jurisdição constitucional é difusa e as questões constitucionais são discutidas também por outros tribunais. Esse, segundo o palestrante, é o caso dos Estados Unidos e do Japão. No Brasil, aplica-se o sistema híbrido.

O professor definiu o modelo alemão como mais limitado. “Enquanto no sistema integrado todos atuam dentro da mesma legislação, sendo a discussão e a interpretação mais amplas, na Alemanha, o Tribunal Constitucional só pode manifestar-se se o litígio envolver direitos fundamentais, o que limita a atuação da corte”, explicou.

Outro aspecto negativo do sistema alemão, segundo o professor, é a influência política sobre o Judiciário, visto que a corte fica mais isolada, tendo de nove a 15 ministros e podendo sofrer o que ele chamou de “sugestionabilidade”.

Como um aspecto positivo da concentração da jurisdição constitucional em um único órgão, Jestaedt citou a possibilidade de qualquer cidadão ajuizar uma argüição de inconstitucionalidade junto à corte superior, havendo uma proteção mais direta dos direitos fundamentais.

Além de atuar na universidade, Jestaedt preside o Centro de Pesquisa Hans Kelsen e é responsável pela reedição das obras completas do autor. Ele também é coeditor da revista JuristenZeitung.

A palestra foi aberta pelo diretor da Emagis, desembargador federal Victor Luiz dos Santos Laus, que antes de apresentar o palestrante falou sobre o papel da escola no funcionamento do tribunal: “a Emagis é destinada à formação, capacitação e aperfeiçoamento não só dos juízes, mas de todos os servidores e funcionários do tribunal. Para além das atividades jurisdicionais, dedicadas às atividades diárias dos magistrados, a escola investe em programações de outra natureza, multidisciplinares, visando a uma formação humanística e plural de todos”, completou.



» Todas as notícias







Notícias Relacionadas

07/11/2017
TRF4 e TRE-RS assinam acordo de cooperação técnica entre escolas judiciais
O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Car...

27/10/2017
Curso sobre Administração da Justiça em Curitiba motiva e provoca reflexão entre magistrados
A Escola da Magistratura (Emagis) realizou nesta semana ciclo de palestras sobre Administraç&...

27/10/2017
Lançada 184ª edição do Boletim Jurídico
Foi lançada hoje (27/10) a 184ª edição do Boletim Jurídico, produzi...

Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 300 - Bairro Praia de Belas - CEP 90010-395 - Porto Alegre (RS) - PABX (51) 3213 3000

Horário de atendimento ao público: das 13h às 18h

Endereços e Telefones


INSTITUCIONAL
Competência e
Organização
Composição das Turmas, Seções e Corte Especial
Conciliação
Corregedoria Regional
Desembargadores Federais
Escola da Magistratura
Gestão Ambiental
Intranet
Juizados Especiais
Federais

Juízes Federais e Substitutos
Organograma
Sessões de Julgamento
Transparência Pública
Varas Federais
SERVIÇOS JUDICIAIS
Autenticidade de Certidão
Autenticidade de Documentos
Certidão (Regional e Eleitoral)
Composição das Turmas, Seções e Corte Especial
Consulta Argüições de Inconstitucionalidade do TRF4
Consulta Jurisprudência da TRU4 e Turmas Recursais
Consulta Jurisprudência do TRF4
Pautas de Julgamentos
Plantão Judiciário
Processos Distribuídos/Redistribuídos
Sob Medida
Súmulas da TRU4
Súmulas das Turmas Recursais
Súmulas do TRF4
Sustentação Oral e outros agendamentos
CONCURSOS E ESTÁGIOS
Juízes
Servidores
Estágios
COMPRAS E LICITAÇÕES
Cadastro de fornecedores
Compras em andamento
Compras encerradas
Licitações aguardando abertura
Licitações em andamento
Contratos e demais instrumentos
Relatórios de Gestão Fiscal
NOTÍCIAS E PUBLICAÇÕES
Últimas notícias
Diário Eletrônico
Avisos
TRF4TV
Jornal do TRF4
Revista do TRF4
Boletim Jurídico
Revista de Doutrina
CONTATOS
Endereços e Telefones
Perguntas Frequentes
Twitter
TRF4 no Facebook
Ouvidoria
Acesso à informação pública
Transparência