TRF4
JFRS
JFSC
JFPR
Ajuda para Pesquisa
Intranet
SISTCON - Sistema de Conciliação da 4ª Região - Dúvidas Frequentes


1. O que é a Conciliação?

É um meio de resolução de conflitos em que as partes confiam a uma terceira pessoa (neutra e com treinamento específico), o conciliador, a função de aproximá-las e orientá-las na construção de um acordo. 

2. De que forma posso solicitar a conciliação?

1. Pelo sistema "Concilie seu Processo" (somente processos físicos).

2. Por meio de uma petição do advogado constituído nos autos 

3. Através de email enviado para este Núcleo, contendo: nome completo, CPF, nº do processo, telefone, informando que tem interesse de que seja verificada a possibilidade de conciliação. Não são cobradas taxas ou custas judiciais de qualquer tipo, na prestação deste tipo de serviço. O email é: conciliar@trf4.gov.br.
4. Os próprios órgãos públicos também podem triar os processos que serão pautados em audiências de conciliação, por meio de uma análise prévia do contrato e solicitar a audiência. 
 
3. Quem ganha com a Conciliação?
Todos os envolvidos. 
 
As partes: 
  • Ganham autonomia para decidir qual a melhor solução para o seu caso. 
  • Ganham mais agilidade e eficiência na resposta do conflito. 
  • Ganham economia de tempo, de dinheiro com a Justiça; e evitam o 
  • prolongamento do desgaste emocional. 
  • O conflito se encerra no acordo, não se prolonga por meio de recursos. 
  • Não há vencidos, o resultado final beneficia ambas as partes. 
O Judiciário: 
  • Ganha em rapidez. 
  • Ganha em pacificação social. 
  • Ganha na diminuição dos processos em tramitação. 
O país: 
  • Ganha uma sociedade mais pacífica.
 
4. Quem comparece nas audiências de conciliação?
Na audiência de conciliação comparecem o autor/requerente; seu advogado(a); o preposto do órgão público envolvido acompanhado por advogado e o conciliador. 
 
5. Quem pode negociar? 
Os mutuários ou "gaveteiros", executados, beneficiários, demais partes contrapostas aos órgãos públicos e seus representantes legais. 
 
6. Não tenho advogado. Posso comparecer na audiência? 
Pode comparecer. No momento da audiência de conciliação contamos com a presença da Defensoria Pública da União. 
 
7. O conciliador que atua nos CEJUSCONs (Centros Judiciários de Solução de Conflitos) está impedido de exercer a advocacia em todas as Varas da Subeção?
Em conformidade com o deliberado pela Comissão de Acesso à Justiça e Cidadania (CAJC/CNJ - em reunião realizada em 26/09/2017), mediador advogado não pode ter atuação dúplice no mesmo CEJUSCON, ou seja, como mediador e como advogado no mesmo Centro, ainda que em processos distintos. (Fonte: site cnj.jus.br/informações e serviços/programas e ações/conciliação e mediação/portal da conciliação/perguntas frequentes/conciliadores e mediadores/o conciliador que atua no Cejusc está impedido de exercer a advocacia em todas as Varas da Comarca?).
Nas localidades em que não tenha sido implantado CEJUSCON, há impedimento na atuação do conciliador como advogado no mesmo juizo (VF da Subseção).
 
Contrário senso, não há impedimento na atuação como conciliador no CEJUSCON e como advogado nas Varas Federais da mesma localidade, desde que, processos patrocinados pelo advogado conciliador não sejam remetidos ao CEJUSCON, (vedação à atuação dúplice no mesmo Centro).
 
As Varas que fazem audiência de conciliação, sem remeter os processos para o CEJUSCON, devem observar impedimentos em seus cadastros de conciliadores.
 
8. Meu processo está pautado em audiência de conciliação. Serei comunicado com antecedência? 
Será comunicado com antecedência por meio de uma Carta de Intimação constando o dia, horário e lugar da audiência. 
 
9. De que forma ocorre a conciliação nos processos do Sistema Financeiro de Habitação? 
Os Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania - CEJUSCONs, Varas Federais e JEFs organizam mutirões de audiências de conciliação. Nesses mutirões é feita uma triagem prévia nos processos que serão pautados ou ainda incluídos aqueles a pedido dos mutuários. Celebrado o acordo, expede-se sentença/decisão homologatória, para cumprimento imediato, inclusive, se for o caso de quitação com a baixa da hipoteca correspondente. Além disso, pode haver conciliação administrativa diretamente entre a CEF e mutuário. 
 
10. O que é o Fórum de Conciliação Virtual?

O Fórum de Conciliação é uma ferramenta para negociação entre as próprias partes, sem a intervenção do juízo, podendo haver a participação de conciliador/mediador para facilitar as tratativas. Ocorre de forma virtual, dentro do processo.

O ambiente do Fórum é privativo das partes e do conciliador ou mediador (quando houver) e, salvo se resultar em acordo, não será considerado no processo, nem implicará vinculação das partes às propostas apresentadas ou confissão de dívida (art. 166, § 1º, do CPC).Leia mais aqui...

 

11. Como acessar o Fórum de Conciliação Virtual?

Para esclarecer dúvidas do Fórum, criamos um tutorial explicando o passo-a-passo de como acessá-lo. Clique aqui e será direcionado para dentro do tutorial com todas as explicações cabíveis. Lembrando que o Fórum é aplicavél às seguintes classes processuais: Execuções fiscais; Ações monitórias; Procedimentos comuns dos Juizados Especiais Federais Cíveis e Previdenciários, inclusive em fase recursal; Cumprimentos de sentença, exceto os promovidos contra a Fazenda Pública; Apelações cíveis e remessas necessárias e em Reclamações pré-processuais. Acesse a Resolução Nº 92/2017, com todas as normativas do Fórum e veja prazos, fases e demais informações.

 
12. O que a Reclamação Pré Processual?
É um procedimento autuado no sistema eletrônico da Justiça Federal que visa a autocomposição antes mesmo de existir um processo judicial, não sendo obrigatória, portanto, a contratação de advogado.  Esse novo instrumento de acesso ao judiciário, pela via conciliatória, é regulamentado pela Resolução nº 15, de 02/2017, com as alterações da Resolução nº 122, de 11/2017. Leia mais aqui...
 

Página inicial

Rua Otávio Francisco Caruso da Rocha, 300 - Bairro Praia de Belas - CEP 90010-395 - Porto Alegre (RS) - PABX (51) 3213 3000

Horário de atendimento ao público: das 13h às 18h

Endereços e Telefones


INSTITUCIONAL
Competência e
Organização
Composição das Turmas, Seções e Corte Especial
Conciliação
Corregedoria Regional
Desembargadores Federais
Escola da Magistratura
Gestão Ambiental
Intranet
Juizados Especiais
Federais

Juízes Federais e Substitutos
Organograma
Sessões de Julgamento
Transparência Pública
Varas Federais
SERVIÇOS JUDICIAIS
Autenticidade de Certidão
Autenticidade de Documentos
Certidão (Regional e Eleitoral)
Composição das Turmas, Seções e Corte Especial
Consulta Argüições de Inconstitucionalidade do TRF4
Consulta Jurisprudência da TRU4 e Turmas Recursais
Consulta Jurisprudência do TRF4
Pautas de Julgamentos
Plantão Judiciário
Processos Distribuídos/Redistribuídos
Sob Medida
Súmulas da TRU4
Súmulas das Turmas Recursais
Súmulas do TRF4
Sustentação Oral e outros agendamentos
CONCURSOS E ESTÁGIOS
Juízes
Servidores
Estágios
COMPRAS E LICITAÇÕES
Cadastro de fornecedores
Compras em andamento
Compras encerradas
Licitações aguardando abertura
Licitações em andamento
Contratos e demais instrumentos
Relatórios de Gestão Fiscal
NOTÍCIAS E PUBLICAÇÕES
Últimas notícias
Diário Eletrônico
Avisos
TRF4TV
Jornal do TRF4
Revista do TRF4
Boletim Jurídico
Revista de Doutrina
CONTATOS
Endereços e Telefones
Perguntas Frequentes
Twitter
TRF4 no Facebook
Ouvidoria
Acesso à informação pública
Transparência